Passar um tempo sozinho

Passar um tempo sozinho: benefícios para si mesmo?

Deuses do Amor - Última atualização: 8 de fevereiro de 2024

Passar um tempo sozinho não é sinônimo de solidão e nem sempre é ruim, mas contém uma grande quantidade de benefícios e aspectos positivos, capazes de dar uma guinada em nossa vida e nos permitir vivê-la de forma plena e satisfatória. Vamos descobrir o porquê!

Aprender a dar um significado positivo a estar sozinho é importante. Ao contrário do que se possa pensar, o tempo na nossa própria companhia não é uma perda, mas um presente precioso que devemos saber valorizar. Do maior equilíbrio à consciência, à capacidade de desfrutar plenamente da companhia dos outros: existem realmente muitos motivos para nos dedicarmos um tempo a sós.

Num mundo que quer que estejamos eternamente conectados a tudo e a todos, muitas vezes esquecemos de nos conectar com a primeira pessoa real que precisamos amar: nós mesmos. Sim, porque, se por um lado temos literalmente o mundo e todas as amizades possíveis nas nossas mãos, por outro, muitas vezes acabamos por depender delas e por nos cuidarmos de uma forma superficial (ou, pior, errada ) . .

Isso significa sentir-se obrigado a passar o tempo como os outros querem, mas também a se comportar, pensar e viver seguindo os ditames que a sociedade, mesmo sem querer, impõe . Compreender essa condição é o primeiro passo para entender o quão importante pode ser nos dar tempo para viver sozinhos e realmente nos desconectarmos .

RECUPERAR NOSSO TEMPO

Desconectar-se obviamente não significa apagar os outros de nossas vidas, mas significa poder construir uma dimensão e um tempo de qualidade inteiramente dedicado a nós mesmos . Na verdade, estar sozinho não significa necessariamente não fazer nada ou ficar em casa olhando para o teto.

Estar sozinho pode significar presentear-se com uma viagem ao outro lado do mundo ou simplesmente dar um passeio pela sua própria cidade, mas também se lançar de cabeça em uma nova experiência , como matricular-se em um curso para seguir uma paixão ou hobby que, talvez, ao longo dos anos, não tenhamos conseguido cultivar.

Fica claro, portanto, que o primeiro benefício de estar sozinho é poder nos dedicar ao que realmente nos interessa , sem temer o julgamento dos outros ou ter medo de fazer mal a alguém. Porque não ouvir a nossa voz interior é o maior mal que podemos cometer a nós mesmos e aos outros.

Na verdade, dar-nos o presente do tempo também ajuda a redescobrir a beleza de uma relação e a vivê-la com maior equilíbrio, pesando as escolhas sem seguir a orientação que alguém nos dá, mas permitindo-nos tomar posse da nossa vida . Um passo importante que aumentará nossos níveis de empatia e tornará mais preciosos os vínculos com outras pessoas.

Ao mesmo tempo, saber passar o tempo sozinho amplifica a qualidade das relações com os outros , fazendo-nos compreender a importância de quem nos rodeia, aprendendo a ser mais compreensivos e abertos a relações que façam do respeito mútuo uma componente fundamental.

Além disso, viver experiências “sozinhos” ajuda-nos e impulsiona-nos a fazer novas amizades , tornando-nos mais abertos ao diálogo e à partilha, aprendendo a envolver-nos e a resolver os problemas que possam surgir no nosso caminho com maior facilidade, firmeza e convicção.

TRABALHE EM NÓS MESMOS

Em última análise, passar um tempo sozinho nos ajuda a pensar com clareza , refletir e reorganizar nossas vidas. Obviamente, o caminho de crescimento deve ser funcional, movido pelo desejo de ouvir o outro com sinceridade e realizado de forma gradual e contínua. Para começar, pode ser suficiente “falar consigo mesmo”, talvez enriquecendo o tempo a sós e anotando num diário os nossos pensamentos, sonhos, expectativas ou o que simplesmente nos aconteceu durante o dia.

Em pouco tempo, os benefícios serão sentidos com tanta naturalidade que veremos nossa vida melhorar sem nem percebermos. O que certamente notaremos é ver refletido no espelho (e nos olhos dos outros) uma pessoa nova , diferente, mais madura, consciente, confiante e satisfeita com a sua própria existência, uma pessoa que sabe amar-se e dar-se uma abraçar. Porque estar sozinho nos coloca no centro do mundo e nos permite conhecer e fazer brilhar a luz que guardamos dentro de nós.


Gostou desta matéria sobre Passar um tempo sozinho? Se sim, por favor, curta abaixo com um Like para que possamos entender melhor os interesses de nossos leitores. E leia mais dicas aqui