Anos amores e taças de vinho

Anos, amores e taças de vinho nunca são contados

Deuses do Amor - Última atualização: 6 de novembro de 2023

O provérbio “Anos, amores e taças de vinho nunca se contam” trata de vários temas recorrentes: aqui está a explicação

O provérbio ” Anos, amores e taças de vinho nunca se contam ” é de origem espanhola, mas também é usado no Brasil. 

Essa forma particular de dizer faz parte da linha de dizeres que celebram o ritual de beber vinho . Nesse caso específico, porém, esse tema vem acompanhado de outros temas muito comuns entre os provérbios italianos, como a idade e o amor .

A explicação do provérbio

Segundo o ditado “Anos, amores e taças de vinho, você nunca conta”, não vale a pena se preocupar com a passagem da idade e o próprio envelhecimento, assim como não é aconselhável ficar muito tempo refletindo sobre o passado (e o futuro). amores). Aproveite melhor o presente. Da mesma forma e com a mesma descontração, é lícito (aliás, dever) dedicar-se sem preocupações ao ritual de beber vinho.

O provérbio, o filme de 2015 e a Ilíada

O provérbio “Anos, amores e taças de vinho, nunca se contam” é citado no filme “ Adaline – Eterna Juventude ”, de 2015, dirigido por Lee Toland Krieger e estrelado por Blake Lively. O filme gira em torno da história de Adaline Bowman que, após um acidente de carro, torna-se destinada à juventude eterna devido a uma condição neurológica particular que faz com que o envelhecimento natural de suas células pare.

A frase é colocada em relação ao que, na Ilíada, Aquiles diz a Briseida : “Vou te contar um segredo, algo que não ensinam nos templos. Os deuses nos invejam. Eles nos invejam porque somos mortais. Porque qualquer momento pode ser o nosso último. Tudo é mais bonito para os condenados à morte. E você nunca será mais bonita do que é agora. Esse momento não vai voltar.”

Significado

Viver o presente com leveza, sobretudo no que diz respeito à passagem do tempo e do amor, é o tema central do provérbio “Anos, amores e taças de vinho nunca se contam”. Não vale a pena se preocupar com o passar dos anos, assim como é muito desanimador ficar remoendo amores passados ​​(e não só). Melhor abrir uma garrafa de um bom vinho e beber um copo (aliás, mais de um).

Origem

Espanha : Años, Amantes, y copas de vinos, son cosas que nunca se deberían contar


Gostou desta matéria sobre Anos amores e taças de vinho? Se sim, por favor, curta abaixo com um Like para que possamos entender melhor os interesses de nossos leitores. E leia mais dicas aqui