Escolhi o amor mais confortável, mas menos feliz

Carta para os Deuses – Escolhi o amor mais confortável, mas menos feliz.

Última atualização: fevereiro de 2024

#conselhosdeamor Nesta seção, Cartas para os Deuses, todas as semanas, publicamos as respostas às perguntas que vocês nos enviam. Se você também deseja uma resposta para seus problemas sentimentais, escreva-nos através da página de contato


Escolhi o amor mais confortável, mas menos feliz

Queridos Deuses do Amor,

Tenho quase 52 anos e, após três meses de separação, meu parceiro e eu voltamos a ficar juntos. Nós nos separamos por causa da minha infelicidade no relacionamento. Ele não se dedica ao relacionamento: é um bom homem, mas frio e distante, e sempre preferiu sua liberdade a mim.

Ele nunca quis morar junto, por exemplo, e os gestos de afeto sempre foram muito raros. Aceitei com resignação o pouco que ele podia me dar. Ele não quer nem que eu durma lá em casa, tudo me é dado com um conta-gotas, e isso me deixou muito triste. Você pode se perguntar: por que você ainda está com ele?

Nesses meses de separação, conheci um homem que me atingiu como um furacão, e ele também. Assim, eu me vi entre dois fogos: meu ex-parceiro e um relacionamento cujo destino eu não conhecia. Infelizmente, a novidade e a ideia de me colocar em risco, de correr riscos, me assustaram. Então, fugi, desapareci sem explicação e voltei para meu ex-parceiro.

Escolhi o caminho mais fácil e confortável, a certeza em vez da incerteza.

Mesmo sabendo que nunca terei o que preciso dele, que terei acessos de insatisfação e que voltarei a buscar afeto fora do casal. Nesse meio tempo, fico pensando na outra pessoa e na oportunidade desperdiçada.

O que devo fazer agora?
Susy

Os Deuses do Amor respondem

Minha querida Susy,

Não faça isso, Susy, não ceda ao passado. Você diz que já tentou de tudo, mas está mentindo. Tentar também e acima de tudo significa correr riscos.

Não tanto para abandonar um homem por quem você se apaixonou há muito tempo. Mas abandonar o padrão pelo qual ficar com esse homem nos parece mais tranquilizador do que o perigo real que podemos estar enfrentando.

Vamos lá.


Gostou desta resposta a carta sobre Escolhi o amor mais confortável, mas menos feliz? Se sim, por favor, curta abaixo com um Like para que possamos entender melhor os interesses de nossos leitores. E leia mais cartas aqui